Michelle

Clemente

O Estranho mundo de Michelle Clemente :P

Em algum lugar não tão distante aparentemente insignificante existem as coisas tão vitais para a vida...
.......

Poetas Invictos

Ai que coisa viu!

Quanto tempo que não escrevo...
Tantas coisas aconteceram e estão acontecendo, nem sei onde começas, nem sei como começas Pensei tantas vezes em você em escrever exteriorizar o que se passa dentro de mim e minhas mudanças explicitas. Vou tentar não garanto em conseguir esse objetivo, mas confesso... minhas alegria e meu gozo está em escrever, pintar, mostra o meu lado em ver as coisas, porém não consigo, e nem sei o motivo disso.

Não sou mais uma adolescente sonhadora, sei como é a realidade e desabei, vi que os sonhos por vezes não se realiza, que as pessoas não são tão boas coemo demostram... Aaaaah mentiras.... quantas mentiras, sangrei demais.

É ruim ser tão sentimental ao ponto de não perecer que tem sentimentos que minam e exalam entre meus poros, é mortificar o meu ser para não viver, e dizer, -Ah tanto faz...
Onde estão os poentas, os PASSIONAIS INVICTOS????

Aqueles que apesar do mal do século apesar do lixos literários, das modinhas de "músicas lixos", estão firmes, ao declarar que apesar de tudo continua integro, puro, fiel ao romantismo inveterado.
Não vejo novos autores de romances autênticos, não esculto sentimentos expressado em notas musicas tais bem descritos que meche com a alma de dá aqueles arrepios, desda cabeça até aos pés.

Amordacei minha alma cantante, do meu espirito saltitante, do meu ofato sensível, da minha pele ardente, do meu sorriso irradiante...

Que eu faço para superar esse tempo, fazer o que alguns de suas épocas fizeram,  lutar contra todo o superficialismo, "desoriginalismos", as cópias fragmentadas, , corpos vazios, os hipócritas Mimimis,
Será que vale a pena, será que tem alguém que vai ver o que aconteceu ?

Não sei, realmente não sei, mas vou tentar tirar do cativeiro e desamordaçar esse ser.



# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário