Michelle

Clemente

O Estranho mundo de Michelle Clemente :P

Em algum lugar não tão distante aparentemente insignificante existem as coisas tão vitais para a vida...
.......

Voltei a ser poeta

Voltei a ser poeta quando decidi a valorizar a alegria da beleza novamente, pois o falta de tempo tinha me tirado o prazer de re-le, de olhar para o céu, de amar o vento gelado das manhãs e conversar com Deus olhando para o céu enquanto vou para o trabalho.

Voltei a ser poeta no instante que passei a gardar nas lembraças os perfumes que me agradam, que me alegram, que me fazem sofrer.

Voltei a ser poeta no momento que aceitei diferente novamente, sem me importar no que vão pensar se vão me aceitar, sem preconceitos.

Voltei a ser poeta quando percebi que meus textos estão sem freios, quando notei que estou sincera sem pudor, que faço piadas sem medo de ter prejuizos.

Voltei a ser poeta porque estou apreciando as trilhas sonoras que me fazem sentido, elas dizem o que sinto, traduzem meus devaneios e cantam um som tão doce que me fazem apaixonada.

Joice Santos

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário